Tiro nas nádegas de compadre termina com prisão em Mafra

O combinado era apenas matar um porco em São Lourenço. Mas o animal ‘assistiu’ tudo de camarote.


Mafra mais uma vez está no centro das atenções por uma notícia policial inusitada. O fato aconteceu no início do mês, mas foi divulgado nesta sexta-feira (25), ganhando repercussão estadual e até nacional.

 

O episódio ocorreu na localidade de São Lourenço, onde dois compadres matariam um porco, conforme haviam combinado. Mas algo deu errado e um deles foi vítima de um disparo de arma de fogo na região das nádegas.

 

Inicialmente, o homem relatou que no momento em que estava chegando no local combinado para a matança do animal, um motociclista passou e disparou o ‘tiro certeiro’. Ele foi levado ao hospital sem maiores ferimentos para remoção do projétil.

 

Na tentativa de desvendar o mistério, a Polícia Civil iniciou a investigação, onde constatou divergências entre os fatos apurados e o primeiro depoimento da vítima.

 

O homem foi então chamado para novos esclarecimentos, quando decidiu contar a verdade: quem lhe acertou o tiro foi seu compadre. Segundo ele, de forma acidental enquanto se preparavam para matar o porco.

 

Diante dos fatos, a Polícia Civil realizou buscas na residência, encontrando uma arma de fogo.

 

Resultado: os dois compadres se complicaram. Um, preso por posse ilegal de arma de fogo. O outro, responderá por falsa comunicação de crime.

 

Com informações ND Mais