Tempo seco e poucas chuvas: Saiba como será a primavera em SC

A primavera também deve aumentar a incidência de temporais acompanhados de ventania e granizo em Santa Catarina.


 

O dia 22 de setembro marca o início da primavera e o período promete tempo instável para os próximos três meses em Santa Catarina. Por causa da influência do fenômeno La Niña, os catarinenses poderão passar dias consecutivos sem precipitações e com tempo seco. Porém, mesmo com a previsão de chuvas quase abaixo da média climatológica, quando houver chuva pode ser acumulada e em curto intervalo de tempo.

 

As informações são da Epagri/Ciram, que recomenda o acompanhamento diário dos boletins e informações disponibilizados no site em função da instabilidade do tempo.

 

Além disso, a primavera aumenta a incidência de temporais acompanhados de ventania e granizo em Santa Catarina.

 

Risco de ressaca

Os episódios de chuva devem ocorrer especialmente associados à passagem de frentes frias, influência de sistemas de baixa pressão e dos Sistemas Convectivos de Mesoescala (SCM) que provocam chuvas mais intensas no Oeste e Meio-Oeste.

 

Em setembro e outubro ciclones extratropicais se deslocam pelo litoral Sul do Brasil, condição perigosa para a navegação e pesca em embarcações de pequeno e médio porte. Os ventos fortes e o mar agitado, também podem causar ressaca.

 

Já na segunda quinzena de novembro começam as pancadas de chuva de verão. Em relação às temperaturas, no decorrer da primavera o frio diminui gradativamente e a partir de outubro já se espera dias mais quentes.

 

Com informações da Epagri/Ciram.